Comunicação entre manifestantes e policiais em protestos sociais rende prêmio a alunos de SMD

Quatro estudantes do Curso de Sistemas e Mídias Digitais (SMD) da UFC foram premiados com o 3º lugar na Student Design Competition, evento integrante do Congresso Latino-Americano de Interação Humano-Computador (CLIHC), realizado de 17 a 22 de novembro de 2015, na cidade de Córdoba, na Argentina.

 

Inscritos com o projeto Brado, que propõe a melhoria na comunicação entre manifestantes e policiais durante manifestações de cunho social e político por meio de intervenção tecnológica, o grupo competiu com outras 19 equipes. Dentre os 20 projetos do concurso, cinco foram escolhidos para apresentação presencial durante o congresso, sendo o Brado o único representante brasileiro e sul-americano na segunda fase da competição, disputando com quatro equipes do México e terminando em terceiro lugar.

Orientados pela Profª Inga Saboia, o grupo, que recebeu a premiação da competição no início de março, é formado pelos estudantes Kathleen Porto, Jonas Forte, Pedro Ítalo e Remerson Carvalho. Animado com o reconhecimento, Remerson resume o sentimento da equipe: "Foi uma experiência única participar de um congresso internacional, viajar para outro país e realizar uma apresentação diante de pessoas de diferentes nacionalidades, além de ter contato direto com diversos designers conhecidos no mercado", conta.

Os quatro alunos que defenderam o projeto na competição internacional integram o Formigra (Formação de Interfaces Gráficas), projeto de extensão e pesquisa original do Curso de Sistemas e Mídias Digitais da UFC iniciado em 2014, e que reúne 11 estudantes que se dedicam a uma série de ações, desde participação e realização de eventos sobre mídias digitais até produção de pesquisa científica.

"O grupo colocou como meta a participação em outros concursos, assim como participar no mesmo congresso neste ano de 2016 e melhorar ainda mais a sua posição", adianta a Profª Inga Saboia sobre os planos dos alunos.

SOBRE O BRADO – O projeto Brado é composto por cinco elementos. Um drone de monitoramento, utilizado para a identificação de pontos de conflito entre manifestantes e polícia; uma pulseira inteligente, usada no monitoramento e posicionamento das tropas policiais; um escudo de contenção com letreiro informativo, para facilitar a comunicação entre policiais e manifestantes; um capacete de transmissão com uma câmera acoplada, e, finalmente, um portal da transparência, nomeado "How.We.Act", capaz de receber e transmitir ao vivo pela Internet as imagens captadas pelos capacetes e pelo drone de monitoramento, podendo ser acessado por toda a população.

Fonte: Portal UFC

Quem somos

A Universidade Federal do Ceará-UFC tem experiência de mais de 40 anos na oferta de cursos de graduação e pós-graduação, pesquisa e extensão.
Com excelente conceito junto à...   Leia mais

Parcerias